Motorista de ônibus envolvido em colisão com trem que matou nove é indiciado

AMERICANA (SP)

, O Estado de S.Paulo

26 de outubro de 2010 | 00h00

A Polícia Civil de Americana (SP) indiciou o motorista de ônibus Alonso de Carvalho, de 51 anos, por homicídio culposo - sem intenção de matar - e lesão corporal. Carvalho dirigia um ônibus municipal, com 28 passageiros, que se chocou contra um trem de carga na noite de 8 de setembro. Nove pessoas morreram. A pena é de 1 ano a 2 anos de prisão, agravada de 1/3 à metade por ele ser motorista profissional. A polícia tem 60 dias para concluir o inquérito. O motorista teria cruzado os trilhos logo atrás de um carro. Havia um trem parado em outra linha e parte do ônibus foi esmagada entre as duas composições. A América Latina Logística, dona do trem, disse que não houve falha técnica nem erro do maquinista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.