Motorista de lotação é executado dentro do veículo

Vítima já havia sido presa por rouba e estava solta há três meses

Bruno Lupion, do estadão.com.br

17 de maio de 2010 | 05h02

 

SÃO PAULO - Um motorista de lotação foi executado na noite de domingo, 16, por volta das 23h30, dentro do próprio veículo, no Jardim São Paulo, região de Guaianazes, zona leste da capital. Ele fazia a linha Metrô Itaquera - Jardim São Paulo (373-P) e tinha acabado de deixar os passageiros no ponto final quando foi assassinado.

 

Segundo testemunhas, um carro fechou a lotação e um motoqueiro veio pelo lado e disparou cinco tiros na direção de Renato Alves da Silva, 31 anos. Ele morreu na hora, sentado no banco de motorista. O crime ocorreu na Rua Domingos da Cruz, nº 196.

 

Silva já esteve preso por roubo e havia sido solto há três meses, segundo a polícia. Um vizinho testemunhou que ele era suspeito de molestar a própria filha e uma mulher no Parque Raul Seixas, na região de Itaquera, também na zona leste.

Tudo o que sabemos sobre:
crimeSPlotação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.