Mario Angelo/Sigmapres
Mario Angelo/Sigmapres

Motorista de Hilux que matou dois garis é transferido para CDP

Fernando Mirabelli foi preso após atropelar três funcionários da Prefeitura na Marginal do Pinheiros

Solange Spigliatti e Marcela Gonsalves, do estadão.com.br,

24 Outubro 2011 | 11h38

SÃO PAULO - O gerente de banco Fernando Mirabelli, de 32 anos, motorista da Toyota Hilux que atropelou três funcionários da Prefeitura de São Paulo na Marginal do Pinheiros, chegou na tarde desta segunda-feira, 24, ao Centro de Detenção Provisória II (CDP) do Belém, na zona leste da cidade. Segundo a Secretaria de Administração Penitenciária, foi transferido do 91º Distrito Policial, onde estava desde a prisão em flagrante no sábado.

Mirabelli foi preso após atropelar e matar dois garis, Alex Damasceno de Souza, de 26 anos, e de Roberto Pires de Jesus, de 36. Um terceiro funcionário atingido, Aldenir Abrantes Dantas, de 21 anos, sofreu fratura na bacia e não corre risco de morrer. Eles trabalhavam no local, perto da Ponte Ary Torres, em Cidade Jardim, quando o carro invadiu o canteiro da pista.

Segundo a polícia, o Mirabelli estava embriagado e dirigia em alta velocidade quando perdeu o controle do veículo. Ele seguia para a casa dos pais, no Campo Belo, zona sul, após sair de uma casa noturna em Guarulhos, na Grande São Paulo. O bancário tentou fugir do local do acidente.

 

Atualizado às 16h52

Mais conteúdo sobre:
motorista hilux cdp marginal pinheiros gari

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.