Motorista atropela ciclista 2 vezes após discussão de trânsito

Rapaz de 21 anos ficou irritado porque lavrador, de 40, esbarrou guidão em seu carro. População tentou agredir condutor

ARAÇATUBA (SP), O Estado de S.Paulo

24 Abril 2012 | 03h02

O soldador Adimilson Júnior de Souza Trindade, de 21 anos, passou com seu carro, um Chevrolet Astra, por duas vezes por cima de um ciclista e fugiu sem prestar socorro, depois de uma discussão de trânsito. O crime aconteceu anteontem, em Paulo de Faria, a 529 km de São Paulo. O lavrador Valdecir César Antônio, de 40 anos, está internado, em estado grave, no Hospital de Base, de São José do Rio Preto.

Antônio teve fratura em uma das pernas e traumatismo craniano. Ele corre risco de morte.

A discussão ocorreu porque Antônio, ao sair de um supermercado, esbarrou o guidão no carro. Irritado, Trindade teria jogado o veículo sobre Antônio e, em seguida, dado marcha à ré e passado novamente sobre o ciclista.

Essa versão, segundo o delegado titular Valcir Passeti Júnior, foi apresentada por dois policiais militares. Eles levaram o motorista até a delegacia após denúncia de testemunhas. "Ele (Trindade) disse que não percebeu que havia atropelado o ciclista", disse o delegado.

"Ele atropelou o rapaz, sem mais nem menos", disse a testemunha Mara Lucia Ferreira. Segundo ela, pessoas que presenciaram a cena ficaram revoltadas e queriam agredi-lo.

Passeti disse ter aberto inquérito de lesão corporal e omissão de socorro. Ele vai ouvir testemunhas e analisar laudos periciais, e Trindade pode responder por tentativa de homicídio. O advogado do motorista não foi encontrado pela reportagem para comentar o caso. / CHICO SIQUEIRA, ESPECIAL PARA O ESTADO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.