Motoqueiros balearam sete num bar e um morreu

Os dois criminosos que estavam nas garupas das motocicletas portavam carabinas calibre 12

Oswaldo Faustino,do estado.com.br,

05 de janeiro de 2008 | 04h13

Sete pessoas que se encontravam no bar da Rua João de Macedo Ribeiro, na Vila Itaim, região do Itaim Paulista, zona leste da capital, foram baleadas por quatro homens que estavam em duas motocicletas. O ataque aconteceu pouco antes da zero hora deste sábado. Os dois criminosos que estavam nas garupas das motocicletas portavam carabinas calibre 12.  O mecânico Waldir Alves Pereira, de 43 anos, morreu ao ser socorrido ao PS do Hospital Santa Marcelina, a poucos metros de onde ocorreu o tiroteio.  O inquérito policial foi instaurado na Delegacia do Itaim Paulista.  Os policiais que atenderam à ocorrência, não sabem se Waldir era o principal alvo dos criminosos. Ele já teve passagem na polícia, mas as testemunhas ouvidas não disseram nada que indique haver alguma contenda entre o mecânico e marginais da região.  Atingido por vários tiros, morreu quando ainda era socorrido por populares.  Fábio da Silva, de 23 anos, quase teve uma perna amputada. Os tiros de calibre 12 o atingiram no quadril que se rompeu, quebrando a cabeça do fêmur. Ele se encontra internado na UTI daquele hospital.  Dos demais baleados, só um tem passagem na polícia: Claudionor Teodoro, de 34 anos, ferido na coxa esquerda.  As outras vítimas são: Charles Adriano Lopes de Lima, de 30 anos, João Carlos Silva Santos, de 26, Ronaldo Brito de Albuquerque, também de 26, e Cleber Pereira de Oliveira, de 28.

Tudo o que sabemos sobre:
tiroteiomortessete

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.