Motoqueiro tem pescoço cortado por cerol

Um motoqueiro morreu ontem após ter o pescoço cortado por uma linha de pipa banhada em cerol - mistura de cola com pó de vidro - em uma rodovia estadual de Minas Gerais. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o motoqueiro passava pela rodovia MG-10, próximo do município de Santa Luzia, na região metropolitana de Belo Horizonte, quando foi atingido pela linha. Ele foi encaminhado pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) ao Hospital Risoleta Tolentino Neves, onde chegou morto.

, O Estado de S.Paulo

08 de janeiro de 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.