Motociclistas terão escolinha na Vila Carrão

O Centro Educacional Paulistano de Motocicletas (Cepam), chamado de "escolinha de motociclistas", será inaugurado amanhã na Vila Carrão, na zona leste da capital. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), o espaço, voltado à conscientização e à capacitação de quem pilota motos, é o primeiro do gênero no Brasil. As atividades, no entanto, devem começar somente no mês que vem. O espaço terá capacidade para atender até 20 mil pessoas por ano.

O Estado de S.Paulo

17 de dezembro de 2012 | 02h05

Haverá cursos de pilotagem segura para motociclistas em geral e outro sobre motofrete. Também serão oferecidas aulas para motociclistas iniciantes, com pouca experiência.

A intenção, diz a Prefeitura de São Paulo, é, por meio da conscientização e da educação de trânsito, ajudar a diminuir os índices de morte e lesões provocados com acidentes envolvendo motos na capital.

Risco. O número de motos na cidade cresceu 48% entre 2005 e 2012. Já são cerca de 957 mil motocicletas registradas em São Paulo. Em média, um motociclista morre diariamente nas vias paulistanas, um índice alto.

A superintendente de Educação e Segurança da CET, Nancy Schneider, explica que outras atividades serão realizadas no Cepam. "Estamos com ideia de fazer um evento mensal aos finais de semana, para que o motociclista posso levar sua família."

O Cepam é fruto de parceria de R$ 500 milhões entre a CET e a Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo). Interessados nas aulas, eventos e palestras, tudo grátis, devem se inscrever pelo telefone (11) 3871-8610 ou pelo e-mail dco2@cetsp.com.br. / CAIO DO VALLE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.