Mostra traz tops do design internacional a São Paulo

Exposição com 50 peças, entre objetos e móveis, faz parte de fórum[br]internacional também sobre arquitetura

Valéria França, O Estado de S.Paulo

21 de outubro de 2010 | 00h00

São 50 peças, algumas assinadas por designers contemporâneos, como o badalado egípcio Karim Rashid e o americano Harry Allen, que tem um estúdio homônimo em Nova York. Objetos de decoração, utilitários e até móveis estão expostos na Escola de Belas Artes, em São Paulo. A mostra faz parte do BOOMSPDESIGN, fórum internacional que também discute arquitetura.

A exposição tem peças muito curiosas, como o cofre em formato de porco, assinado por Allen. O objeto virou ícone e passou a ser disputado por colecionadores. Isso porque o americano lança no mercado séries limitadas, sempre com uma cor diferente. Também está na exposição o frasco multiforme - esférico, quadrado e meio cilíndrico - de perfume masculino, Bang, que criou para Marc Jacobs.

"Um dos objetivos é popularizar o design", diz Roberto Cocenza, idealizador do fórum, que chega à terceira edição. "E até para isso, faço a ligação entre designers internacionais e a indústria brasileira." A estratégia resultou, por exemplo, em um acordo entre Harry Allen e uma indústria de móveis em São José do Rio Preto, interior de São Paulo, que começa a produzir uma cadeira criada por ele.

Palestras. O arquiteto Craig Robins, diretor da Dacra, empresa imobiliária americana, é um dos seis estrangeiros entre os 24 palestrantes que participam do evento. Robins ganhou fama ao liderar o processo de revitalização de Miami, que na década de 1980 era tomada por prédios art déco quase destruídos. Sob seu comando, a Dacra criou o Miami Design District, uma região de butiques, lojas de design e restaurantes da moda. Sua palestra acontece no sábado.

Uma das artes mais urbanas, o grafite será representado pelo brasileiro Rui Amaral, de 48 anos, um dos pioneiros deste movimento no País. Hoje, ele trabalha com desenho animado, pintura, web art e instalações. Já expôs na Pinacoteca do Estado e no Museu de Arte de São Paulo. Para quem não se lembra, Amaral foi fundador do grupo Tupynãodá, um dos primeiros a sair pelas ruas pintando à luz do dia. Ele se apresenta na sexta-feira.

Serviço:

BOOMSODESIGN: CENTRO UNIVERSITÁRIO BELAS ARTES DE SÃO PAULO, RUA JOSÉ ANTÔNIO COELHO, 879, PARAÍSO, TEL.: (11) 3887-8606. EXPOSIÇÃO: GRATUITA. PALESTRAS: R$ 420, O DIA. SITE: WWW.BOOMSPDESIGN.COM.BR

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.