Morto teve pele riscada com frases homofóbicas

A Polícia Civil de Alumínio (SP) investiga a morte de um adolescente de 16 anos, possivelmente assassinado na madrugada de domingo depois de uma festa. O rapaz, que era homossexual, teve a pele riscada com palavras de conteúdo homofóbico. Havia ainda frases escritas com batom. De acordo com testemunhas, o jovem ficou desacordado após beber em excesso e foi levado da festa. O corpo foi encontrado em outro ponto da cidade. Exames apontarão a causa da morte. As escoriações não seriam suficientes para matá-lo.

O Estado de S.Paulo

12 de junho de 2012 | 03h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.