Morte de quatro da mesma família comove Birigüi

A morte de quatro pessoas da mesma família levou o prefeito Wilson Carlos Borini (PMDB), de Birigüi, a 518 quilômetros de São Paulo, a decretar luto oficial por três dias no município em respeito à memória das vítimas do vôo 3054. O empresário de futebol Marcio Andrade; sua mulher, Melissa Andrade; a filha do casal, Alanis, de dois anos de idade; e o irmão de Melissa, André Ura Dona; voltavam de um encontro com representantes do jogador Ronaldinho Gaúcho.Leia também:- Irmãs queriam assistir filme de Harry Porter - Atrasos tiram passageiros do vôo 3054 - Dois funcionários de José Alencar entre as vítimas Segundo Cláudio Andrade, pai de André, o filho teria ido discutir com irmão de Ronaldinho a possibilidade de fechar um contrato publicitário com jogador no Japão, onde mora a mãe de André, e teria aproveitado o fim de semana para conhecer Porto Alegre. Na volta, embarcaram no vôo da TAM. "Infelizmente, esse acidente aconteceu num momento em que a família tinha novas expectativas de vida pessoal e profissional", disse Lourival Rodrigues Coelho, tio de André. A irmã de André, Cláudia, e tios embarcaram hoje à tarde para São Paulo para fazer o reconhecimento dos corpos. De acordo com a Prefeitura de Birigüi, o luto oficial começa a contar a partir desta quinta-feira. "Toda nossa cidade está sentindo muito pelo acidente e o luto serve para que possamos expressar nossa tristeza", disse o prefeito por meio de sua assessoria.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.