Morte da supervisora: polícia só divulga um dos retratos falados

A polícia fez ontem os retratos falados dos suspeitos da morte da supervisora de vendas Vanessa de Vasconcelos Duarte, de 25 anos, sábado, em Vargem Grande Paulista. Um foi divulgado e se trata do homem visto numa motocicleta, seguindo o Fiesta da vítima. O do segundo, que dirigia o carro, é mantido em sigilo.

Elvis Pereira, O Estado de S.Paulo

16 Fevereiro 2011 | 00h00

A justificativa da polícia para não revelar a imagem "seria um sinal particular", que apontaria o envolvimento de alguém que conhecesse Vanessa. "Já temos uma imagem (de câmera de vigilância) que mostra a supervisora no veículo com duas pessoas", disse o delegado Zacharias Katzer Tadros, da Divisão de Homicídios de Santana de Parnaíba.

Os policiais já sabem o ponto em que Vanessa foi abordada em Barueri. Ela seguia a um posto de gasolina em Carapicuíba.

Para a polícia, Vanessa parou o carro ao ver alguém conhecido, entre 8h40 e 9h15 de sábado. Rendida, passou para o banco do passageiro. Um criminoso acompanhava o veículo numa moto. Vanessa teria reagido no caminho. Ela teria sido morta por volta das 10 horas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.