Morte da supervisora: polícia só divulga um dos retratos falados

A polícia fez ontem os retratos falados dos suspeitos da morte da supervisora de vendas Vanessa de Vasconcelos Duarte, de 25 anos, sábado, em Vargem Grande Paulista. Um foi divulgado e se trata do homem visto numa motocicleta, seguindo o Fiesta da vítima. O do segundo, que dirigia o carro, é mantido em sigilo.

Elvis Pereira, O Estado de S.Paulo

16 de fevereiro de 2011 | 00h00

A justificativa da polícia para não revelar a imagem "seria um sinal particular", que apontaria o envolvimento de alguém que conhecesse Vanessa. "Já temos uma imagem (de câmera de vigilância) que mostra a supervisora no veículo com duas pessoas", disse o delegado Zacharias Katzer Tadros, da Divisão de Homicídios de Santana de Parnaíba.

Os policiais já sabem o ponto em que Vanessa foi abordada em Barueri. Ela seguia a um posto de gasolina em Carapicuíba.

Para a polícia, Vanessa parou o carro ao ver alguém conhecido, entre 8h40 e 9h15 de sábado. Rendida, passou para o banco do passageiro. Um criminoso acompanhava o veículo numa moto. Vanessa teria reagido no caminho. Ela teria sido morta por volta das 10 horas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.