Morre segunda vítima de incêndio em prédio de São Paulo

Primeira morte foi de morador que se jogou do edifício para escapar do fogo; ainda hé 3 pessoas intoxicadas

Fabiana Marchezi, da Central de Notícias,

20 de julho de 2009 | 16h15

A Santa Casa de Misericórdia de São Paulo confirmou na tarde desta segunda-feira, 20, a morte da segunda vítima do incêndio que atingiu o prédio de número 751, na Rua Barão de Campinas, no bairro Santa Cecília, centro da capital. A mulher, de 43 anos, sofreu uma parada cardiorrespiratória e não resistiu.

 

De acordo com o Grupamento Aéreo da Polícia Militar, o fogo começou por volta das 12h30 e foi controlado cerca de duas horas depois. Segundo a corporação, um dos moradores do edifício havia falecido depois de se jogar do último andar, para tentar fugir das chamas.

 

Outras três pessoas, entre elas duas crianças, ficaram intoxicadas. Elas foram encaminhadas aos prontos-socorros dos hospitais Santa Casa e Tatuapé. Todas passam bem, segundo os hospitais.  

 

Mais conteúdo sobre:
incêndio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.