Morre o jornalista e radialista Geraldo Blota

Blota sofria de cancêr de reto; corpo será velado na Câmara Municipal de São Paulo

Ricardo Valota, do estadao.com.br,

15 Janeiro 2009 | 03h16

Morreu, na madrugada desta quinta-feira, 15, em São Paulo, o jornalista e radialista Geraldo Blota. Aos 83 anos, ele sofria de câncer de reto e estava internado no Hospital Paulistano. O corpo será velado na Câmara Municipal, de onde sairá às 16 horas. O enterro ocorrerá no Cemitério de Vila Mariana, na zona sul.   Nascido em Ribeirão Bonito, interior do estado, e irmão de Blota Júnior, Geraldo, fanático corintiano, marcou época nas rádios Jovem Pan e Tupi e nas TVs Record e Gazeta. Pai de seis filhos, ele também foi vereador.

Mais conteúdo sobre:
Geraldo Blota

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.