José Patrício/AE
José Patrício/AE

Morre fundador da Nenê de Vila Matilde

Alberto Alves da Silva faleceu aos 89 anos por insufuciência respiratória

Julia Baptista, do estadão.com.br,

04 de outubro de 2010 | 08h09

SÃO PAULO - Morreu, na madrugada desta segunda-feira, 4, o sambista Alberto Alves da Silva, conhecido como Nenê da Vila Matilde, aos 89 anos, em São Paulo, em consequência de insuficiência respiratória. O velório será realizado na quadra da escola, na Penha, zona leste da capital.

 

Nenê fundou em 1949 e presidiu por 47 anos o Grêmio Recreativo Cultural Escola de Samba Nenê de Vila Matilde, uma das mais tradicionais escolas de samba do carnaval de São Paulo, até passar o comando da entidade em 1996 para seu filho, Alberto Alves da Silva Filho, em razão de alguns problemas de saúde.

 

Ele foi um dos grandes incentivadores do carnaval de São Paulo. Em 1968, ao lado de outros sambistas como Inocêncio, Tobias, Carlão do Peruche e Pé Rachado da Vai-Vai, se reuniu com o prefeito Faria Lima e constituiu o carnaval atual, com apoio da Prefeitura. Ele era considerado um dos grandes sambistas da atualidade e é um exemplo para todos que ingressaram no carnaval.

 

Carnaval 2011. Em 2010, a Nenê de Vila Matilde foi a campeã do Grupo de Acesso, com 268,25 pontos e um samba-enredo que falava sobre a água. "Voltamos para o lugar que nunca deveríamos ter deixado", afirmou Alberto Alves da Silva Filho, o Betinho, na ocasião.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.