Morre em acidente jovem que fez a festa na boate Kiss

A estudante Jéssica de Lima Röhl, 21 - uma das organizadoras da festa na boate Kiss, em Santa Maria (RS), que culminou com a morte de 238 pessoas - e o namorado Adriano Veber Stefanel, 20, que atuava no setor agropecuário - morreram no sábado, 1, à noite, após o veículo Gol em que estavam se chocar frontalmente com uma carreta com placas de Cascavel (PR), no quilômetro 319 da rodovia PR-182, em Toledo (540 quilômetros de Curitiba). O motorista Neucir do Nascimento, 34, nada sofreu.

O Estado de S.Paulo

06 de fevereiro de 2013 | 02h02

Natural de Santa Maria, Jéssica estudava Tecnologia em Agronegócio no campus de Silveira Martins, onde residia. Naquele sábado, 26, ela não foi à festa que organizara atendendo um conselho do namorado. Eles foram enterrados na manhã de segunda-feira, 4, em Silveira Martins (RS), terra natal do rapaz, que completaria 21 anos no domingo. Adriano morava em Toledo e na noite do acidente, ambos estavam levando a mudança para Silveira Martins.

Segundo o jornal Correio da Fronteira, de Amambaí (PR), a Polícia Rodoviária Estadual, em Palotina (PR), que atendeu o acidente, ainda investiga as causas da batida. Em informações repassadas para a imprensa local, os policiais informaram que Adriano ficou preso entre as ferragens e chegou a ser socorrido no Hospital Bom Jesus, em Toledo, mas não resistiu aos ferimentos, enquanto a jovem morreu no local.

Em depoimento ao jornal, o agricultor Itamar Pellizzaro, 37, disse ter ido ao local do acidente com uma procuração para reconhecer o corpo. No IML ele também revelou a participação de Jéssica na organização da festa. "Ela disse que ele era o anjo da guarda dela e veio até Toledo para levá-lo embora. Eles tinham saído para fazer um lanche e bateram o carro no caminho", relatou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.