Alexandre Serpa/Futura Press/Estadão
Alexandre Serpa/Futura Press/Estadão

Morre bebê de grávida que caiu em córrego na zona sul de SP

Corpo foi retirado do Córrego Água Espraiada; menino de oito meses morreu na UTI

Juliana Diógenes e Mônica Reolom, O Estado de S. Paulo - Atualizado às 8h03 do dia 13

12 Março 2014 | 20h18

SÃO PAULO - O bebê da grávida que havia caído no Córrego Água Espraiada, na zona sul da capital, durante as chuvas da tarde desta quarta-feira, 12, não resistiu e morreu às 21h30 da noite, informou a Secretaria Municipal de Saúde. Sua mãe, Isabel Cristina da Silva, de 37 anos, deu entrada com parada cardiorespiratória às 17h43 no Hospital Arthur de Ribeiro de Saboya, no Jabaquara, e também acabou morrendo.

Médicos da unidade fizeram uma cirurgia cesariana de emergência e conseguiram retirar o menino com vida. Com oito meses, ele chegou a ficar na UTI neonatal.

A mulher, não identificada, havia sido resgatada pelo Corpo de Bombeiros, mas estava sem documentos. Assistentes sociais do hospital vão tentar localizar a família da vítima.

O córrego não chegou a transbordar com a tempestade, segundo o Centro de Gerenciamento de Emergêcias (CGE).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.