Morre arquiteto que projetou linha do metrô

Marcello Accioly Fragelli coordenou equipe de arquitetos que projetou linha norte-sul, hoje Linha Azul, a primeira do Brasil

O Estado de S. Paulo

09 Agosto 2014 | 18h45

Marcello Accioly Fragelli (1928-2014), arquiteto, urbanista e professor aposentado do Departamento de Projeto da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU-USP) faleceu neste domingo, 9.

Fragelli coordenou, em 1968, o projeto da linha norte-sul - hoje chamada Linha Azul-, do metrô paulista, a primeira do Brasil. E projetou pessoalmente as estações elevadas ou que tinham praças na superfície: estações Jabaquara, Liberdade, Praça da Árvore, São Bento, Ponte Pequena (em 1987, passou a se chamar Armênia), entre outras.

O projeto de Fragelli incluía estações elevadas nas áreas com menor densidade populacional e estações subterrâneas nas áreas centrais. Esses dois modelos de estações dialogam até hoje na malha do metrô da capital.

“Ele deu uma cara nova e muita beleza às estações do metrô da cidade. Foi um arquiteto muito importante para o País, com uma produção significativa em São Paulo”, afirmou o diretor da FAU-USP, Marcelo Roméro, que foi colega de Fragelli na pós-graduação.

Em 1956, foi diretor nacional do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB). Em 2010, lançou o livro "Quarenta anos de prancheta", no qual narra sua trajetória no ramo da arquitetura, entrelaçando suas experiências pessoais desde a juventude e o início da carreira, com os primeiros esboços. No ano seguinte, recebeu homenagem pelo conjunto da obra pela Associação Paulista dos Críticos de Arte no prêmio Melhores da Arquitetura.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.