Marcos Mendes/AE
Marcos Mendes/AE

Morre, aos 90 anos, o psicanalista José Angelo Gaiarsa

Psiquiatra ficou famoso por ser contra a estrutura familiar clássica e defender o relacionamento aberto

Marília Lopes, do estadão.com.br,

16 de outubro de 2010 | 16h17

Morreu neste sábado, 16, o psicanalista José Angelo Gaiarsa, aos 90 anos. O velório acontece no Cemitério São Paulo. E o corpo será enterrado no Cemitério Assunção, em Santo André, na manhã de domingo, 17.

José Angelo Gaiarsa nasceu em 1920 em Santo André. Estudou medicina na Universidade de São Paulo e especializou-se em psiquiatria.

Durante dez anos, de 1983 a 1993, Gaiarsa apresentou um quadro em um programa diário da TV Bandeirantes, em que respondia, ao vivo, dúvidas dos telespectadores. Ficou conhecido para sempre por suas posições polêmicas: defendia o relacionamento aberto, questionava a ideia de a maternidade ser uma maravilha absoluta e condenava a instituição do casamento e da família.

Teve mais de 30 livros publicados, dentre eles Meio Século de Psicoterapia Verbal e Corporal, cujo lançamento marcou a comemoração de seus 50 anos de carreira, em 2008. Na página que mantinha na internet Gaiarsa diz "tive a sorte - e o azar! - de viver quase todo o século XX (...)."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.