Morre adolescente baleado em boate de Ribeirão Preto

Segundo testemunhas, segurança do estabelecimento teria disparado duas vezes durante confusão

Fabiana Marchezi, da Central de Notícias,

24 Janeiro 2010 | 13h31

Morreu na noite de sábado, 23, o adolescente Edmar Lopes Júnior, de 15 anos, que levou um tiro na cabeça na madrugada do mesmo dia após um tumulto numa boate de Ribeirão Preto, interior de São Paulo.

 

A vítima chegou a ficar internada na Santa Casa de Ribeirão, mas não resistiu aos ferimentos. O principal suspeito do disparo é o policial militar Alan Carlos Oliveira Nogueira, de 29 anos, que fazia a segurança da boate TNT Mix.

 

Nogueira foi preso horas após o crime por policiais da Delegacia de Investigações Gerais (DIG). Ele confessou ter atirado e foi encaminhado ao Presídio Militar Romão Gomes, na zona norte de São Paulo.

 

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), a confusão na casa noturna aconteceu depois que alguém quebrou o banheiro masculino da boate. Testemunhas disseram à polícia que um dos seguranças atirou duas vezes. Um dos tiros acertou o adolescente.

 

Texto atualizado às 17h50.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.