Morre 239ª vítima da tragédia de Santa Maria

A Secretaria da Saúde do Rio Grande do Sul confirmou ontem mais uma morte decorrente do incêndio na boate Kiss, de Santa Maria. A 239.ª vítima é Rodrigo Taugen, de 29 anos, natural de Santa Maria, que trabalhava como segurança da casa noturna no dia da tragédia.

O Estado de S.Paulo

12 de fevereiro de 2013 | 02h03

Ele estava internado no Hospital Cristo Redentor, de Porto Alegre, que registrou a morte às 22h30 de anteontem.

O corpo de Rodrigo foi velado em uma capela do Hospital de Caridade, em Santa Maria, e será sepultado hoje no Cemitério Ecumênico Municipal.

O levantamento mais recente do número de feridos - divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde - indica que 49 pessoas ainda estão internadas em hospitais de Santa Maria, Porto Alegre, Canoas e Caxias do Sul. Uma delas é um estudante de 20 anos que, após apresentar melhora no quadro clínico, pôde ser transferido ontem do Hospital de Caridade de Santa Maria para o Hospital de Pronto-Socorro de Porto Alegre, onde será submetido a uma nova etapa do tratamento de enxerto de pele.

Dos 140 feridos na Kiss que foram internados, 91 já tiveram alta.

A maioria das vítimas morreu por asfixia, causada pelo fogo que consumiu o revestimento de espuma da boate.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.