Moradores protestam contra falta de energia na capital paulista

Atos simultâneos nas zonas sul e oeste surgiram na cidade nesta quarta; Eletropaulo ainda tenta restabelecer luz de 300 mil clientes

O Estado de S. Paulo

14 Janeiro 2015 | 18h52

SÃO PAULO - Moradores de São Paulo fizeram atos simultâneos para protestar contra a falta de energia elétrica nesta quarta-feira, 14. Na terça, 800 mil clientes da AES Eletropaulo amanheceram sem luz depois que uma tempestade na segunda-feira derrubou 78 árvores, várias sobre a fiação elétrica. A empresa ainda trabalhava nesta quarta para restabelecer a energia de 300 mil consumidores.

Na Rua Queiroz Filho próxima à Marginal do Pinheiros, na Vila Leopoldina, zona oeste, um grupo de cerca 30 pessoas fazia uma manifestação às 16h45 contra a falta de luz.

Pelas 17 horas, 150 pessoas protestaram pelo mesmo motivo na Rua Chico Nunes, no Campo Belo, zona sul. Segundo a Polícia Militar, o ato foi encerrado com a chegada de uma equipe da Eletropaulo, que restabeleceu a luz.

Outras 40 pessoas também se reuniram na Rua Frei Luís Beltrão, no Jardim Luís, na zona sul, e começaram o ato às 18h25. Os protestos seguiam pacíficos até as 19h.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.