Moradores incendeiam três ônibus após criança ser baleada no Jabaquara

Protesto foi realizado na região onde menino de três anos havia sido ferido em tiroteio entre um PMO caso será investigado pela Polícia Civil e acompanhado pela Corregedoria da Polícia Militar. e criminosos

Fabiana Cambricoli, O Estado de S.Paulo

05 de janeiro de 2014 | 16h21

Atualizado às 18h45.

Três ônibus foram incendiados e um quarto veículo foi depredado no Jabaquara, na noite de sábado, 4, após um menino de três anos ser baleado em um tiroteio entre um policial militar que havia sido roubado e criminosos.

A criança foi atingida na perna por volta das 19h, na esquina da rua Alba com a rua Ipaobi. A Polícia Militar não soube informar de onde partiu o disparo que feriu o menino. Ele foi levado ao pronto-socorro do Hospital Municipal Arthur Ribeiro de Saboya e passa bem, segundo a Secretaria Municipal da Saúde.

Cerca de duas horas após o fato, moradores da região iniciaram um protesto na rua Alba. Segundo a SPTrans, entre as 20h55 e as 22h10, três ônibus foram parados e incendiados pelos manifestantes na via. Ninguém ficou ferido. Também não houve registro de detidos.

No mesmo período, um coletivo foi depredado na rua Coriolano Durand, a cerca de 1,7 km de distância do primeiro ponto. Os manifestantes levaram o dinheiro do caixa do veículo.

De acordo com a SPTrans, dois dos três ônibus incendiados ficaram totalmente destruídos. O outro coletivo teve o fogo controlado pelo cobrador e pelo motorista.

O caso será investigado pela Polícia Civil e acompanhado pela Corregedoria da Polícia Militar.

 

Tudo o que sabemos sobre:
protestofogo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.