Moradores incendeiam ônibus em ato contra enchentes em SP

Protesto aconteceu em Grajaú, zona sul da cidade, e não deixou vítimas; região teve outra manifestação na 3ª

Maíra Teixeira e Daniela do Canto, da Central de Notícias,

20 Janeiro 2010 | 20h14

Cerca de 200 moradores revoltados com as enchentes no bairro do Grajaú, zona sul de São Paulo, atearam fogo em um ônibus no início da noite desta quarta-feira, 20, na Rua Belmira Marim, 4500. O Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar seguem para o local para conter a manifestação e apagar o fogo. Segundo informações preliminares, não houve vítimas.

 

Veja também:

linkChuva mata 2 em soterramento na Grande São Paulo

 

Na noite de terça-feira, outro protesto de moradores contra as enchentes foi registrada bairro Rio Bonito, na região de Cidade Dutra, zona sul. Houve confronto com a Polícia Militar, que usou bombas de efeito moral e tiros de borracha para dispersar a multidão.

 

Ninguém ficou ferido ou foi detido. Os moradores afirmam que eram cerca de 300 manifestantes, já a Polícia Militar estima um número aproximado de 60 pessoas.

Mais conteúdo sobre:
SP chuvas

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.