Moradores fazem protesto e pedem mais segurança

Moradores do Horto do Ypê, no Campo Limpo, protestaram ontem contra a violência no bairro, onde Daniela Nogueira de Oliveira foi assassinada. A manifestação reuniu mais de 500 pessoas.

O Estado de S.Paulo

11 Janeiro 2013 | 02h02

Presidente de associação de moradores do bairro, Suzanne Elisabeth Spengler disse que deveria haver um reforço no policiamento. "Precisa de mais polícia. A gente também sempre pede aos moradores que façam o boletim de ocorrência, até para que as autoridades saibam o que está acontecendo aqui", disse.

O supervisor de segurança Márcio Carvalho, de 38 anos, cobrou uma base comunitária da Polícia Militar para ajudar a devolver a tranquilidade aos moradores. A escuridão também preocupa. "A iluminação aqui no Horto é muito fraca. No dia do crime, estava tudo às escuras e, só depois da morte dela, acenderam as luzes", disse o analista de câmbio Hugo Araújo, de 30 anos.

As manifestações não devem parar. "A intenção é fazer um novo protesto amanhã", afirmou a corretora de imóveis Carla Sudatti, de 25 anos. / W.C.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.