Moradores fazem fogueira em protesto contra morte em SP

Transbordamento de um ribeirão, por conta das chuvas, causou a morte de uma pessoa em Americanópolis

Ricardo Valota, do estadao.com.br,

08 Fevereiro 2009 | 18h42

Revoltados com o transbordamento de um ribeirão, incidente que matou uma pessoa no final da tarde de sábado, 7, durante as fortes chuvas que caíram na cidade, moradores da região de Americanópolis resolveram, neste domingo, 8, atear fogo em móveis e objetos perdidos nas residências. Três viaturas dos bombeiros foram acionadas para a Rua Jorge Rubens Neiva de Camargo, onde apagaram as chamas. Ninguém ficou ferido no protesto.   Foi identificada a moradora que morreu dentro da própria casa, invadida pela água. A dona de casa Giovanice Marques de Carvalho, de 52 anos, morreu afogada, por volta das 18h. Ela teve a casa invadida pela água. Várias casas da região foram inundadas também. Giovanice ainda conseguiu salvar uma irmã, de 43 anos, mas, ao tentar fechar a comporta que fez para barrar a água, foi arrastada e morreu afogada na garagem. O caso foi registrado no 97.º Distrito Policial.  

Mais conteúdo sobre:
AMERICANÓPOLISCHUVASPROTESTO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.