Moradores do Bom Retiro ganham retratos nos muros da região

Projeto do fotógrafo francês JR chega ao bairro paulistano com 150 retratos

Guilherme Soares Dias, especial para o Estado,

11 de fevereiro de 2014 | 19h30

Moradores, comerciantes e frequentadores do Bom Retiro, na região central de São Paulo, poderão se ver em uma exposição nos muros do bairro. O projeto Inside Out Bom Retiro reunirá desta terça-feira, 11, até sábado, 15, 150 retratos e foi criado pelo artista francês JR em 2011. Famoso internacionalmente, o fotógrafo realiza o projeto de forma colaborativa e já desenvolveu ações parecidas em 108 países.

Em São Paulo, o Inside Out tem parceria com o fotógrafo argentino Pablo Saborido. O projeto construiu uma rede em que cada pessoa retratada indicou a próxima, incluindo os diferentes tipos que vivem, trabalham e frequentam a região, entre judeus, coreanos e bolivianos. “Para criar uma cartografia antropológica, chamamos pessoas-chave, que representavam determinados grupos e que foram indicando outras”, diz o curador do projeto, Paul Duboc.

Segundo ele, a intenção era mostrar outros rostos do bairro. “Queríamos diminuir o preconceito com uma região que geralmente é associada à Cracolândia. Essas fotos vão mostrar aspectos despercebidos do bairro”, diz Duboc.

A cada dia a exposição passará por um local. A intervenção começou hoje na Casa do Povo.  Amanhã será a vez dos muros da Igreja Nossa Senhora Auxiliadora, na quinta-feira do Instituo Dom Bosco (Praça Coronel Fernando Prestes, 233) e na sexta-feira da Casa Dom Gastão (R. Prates, 263). No sábado, a intervenção ocorrerá nos muros da Oficina Cultural Oswald de Andrade, entre 14h e 18h.

Fotógrafo. JR realizou em 2008 no Brasil o projeto "Women Are Heroes", no Morro da Previdência, no Rio de Janeiro. Na ação, JR fotografou e colou nos muros os retratos das mulheres da comunidade com o objetivo de homenageá-las. Em diferentes países do mundo, o fotógrafo exibe suas fotos pelas ruas, chamando atenção de pessoas que não são visitantes de museu típicas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.