Moradores do Belém planejam passeata a favor da redução da maioridade penal

O protesto deve sair do vão livre do Masp, na Avenida Paulista, às 12h30 de sábado. Os manifestantes devem caminhar até a Praça Charles Miller, no Pacaembu

Tiago Dantas,

25 Abril 2013 | 11h58

Moradores do Belém, na zona leste da capital, pretendem fazer uma passeata neste sábado, dia 27, para pedir a redução da maioridade penal. Os manifestantes devem se encontrar no vão livre do Masp, na Avenida Paulista, região central, por volta das 12h30. De lá, devem caminhar até a Praça Charles Miller, no Pacaembu, zona oeste.

Embora esteja sendo organizado pelo movimento Por Um Belém Melhor, o protesto deve contar com a participação de pessoas de toda a Grande São Paulo, segundo o empresário Luiz Carlos Modugno, um dos coordenadores da associação. Em 13 de abril, o grupo fez uma passeata semelhante nas ruas do bairro da zona leste.

As discussões em torno da redução da maioridade penal voltaram à tona após a morte do universitário Victor Hugo Deppman, de 19 anos. Em 9 de abril, o estudando foi baleado em uma tentativa de assalto na porta do prédio onde morava, no Belém. O assassino já havia passado pela Fundação Casa e estava prestes a completar 18 anos.

Após o crime, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) encaminhou ao Congresso Nacional um pedido de alteração no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) para punir de forma mais dura adolescentes que cometem crimes hediondos ou são reincidentes. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.