Moradores de rua são baleados na zona norte de SP

De acordo com a PM, os três estavam debaixo da Ponte da Freguesia do Ó quando foram alvejados por um atirador em um veículo

Luciano Bottini Filho, O Estado de S. Paulo

08 Maio 2014 | 13h50

Atualizada às 22h

SÃO PAULO - Três pessoas foram baleadas na Ponte da Freguesia do Ó, zona norte de São Paulo, na madrugada desta quinta-feira, 8. Segundo a Polícia Militar, eram moradores de rua que estavam debaixo da ponte, no sentido Rodovia Castelo Branco. Um veículo teria passado próximo das vítimas, de onde o autor dos disparos alvejou os três.

A ocorrência foi registrada por volta da 1h45 pela PM, quando uma equipe fazia patrulhamento na região. Os policiais avistaram os três homens feridos e chamaram o resgate. Segundo a polícia, uma das vítimas afirmou que teve um desentendimento com um homem na quarta-feira, 7, e que ele voltou, acompanhado por outra pessoa, em um Voyage. As vítimas estariam dormindo quando foram abordadas.

Os três foram socorridos e levados ao pronto-socorro. A polícia não soube informar que tipo de ferimentos tiveram. A perícia foi realizada no local, mas não foram encontrados marcas de sangue nem vestígios de projéteis.

Outros casos. No dia 29, o morador de rua Jorge Afonso Rafael, de 49 anos, foi incendiado e morto em Jacupiranga, no interior paulista. O corpo pegava fogo quando um policial o encontrou, durante o atendimento de outro chamado, ainda por volta das 18 horas.

De acordo com dados levantados em 2012 pelo Centro Nacional de Defesa dos Direitos Humanos da População em Situação de Rua e Catadores (CNDDH) há pelo menos uma morte de morador de rua a cada dois dias no País. De 165 mortes investigadas em 2011 e 2012, em 113 as investigações não avançaram e ninguém foi identificado ou responsabilizado pelos homicídios.

Mais conteúdo sobre:
morador de ruaviolenciaPM

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.