JB Neto/AE
JB Neto/AE

Moradores de rua são assassinados em praça a 200 metros de albergue

Paulo, de 52 anos, e Edson, de 24, foram atacados a pauladas enquanto dormiam

Bruno Lupion, do estadão.com.br

26 Março 2010 | 04h53

Dois moradores de rua foram assassinados a pauladas na noite desta quinta-feira, 25, na Praça Presidente Kennedy, zona leste da capital. Eles dormiam em colchões em uma área protegida por árvores, ao lado da Radial Leste, quando foram atacados.

 

Paulo, de 52 anos, e Edson, de 24, morreram no local. Paulo, conhecido por "Tiozão", era alcoólatra e Edson, usuário eventual de drogas, segundo moradores de rua que preferiram não se identificar. As vítimas moravam na praça há cerca de seis meses.

 

Do outro lado da avenida, a 200 metros do local do crime, fica o albergue "Arsenal da Esperança". O horário limite de entrada - 21 horas - e a suposta insegurança do local, segundo um dos moradores de rua, teriam levado alguns a preferir a praça como abrigo.

 

O caso foi registrado no 8º DP, do Brás, e será investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Mais conteúdo sobre:
morador de rua crime albergue

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.