Filipe Araújo/AE
Filipe Araújo/AE

Moradores de Mauá fazem protesto contra estragos causados pela chuva

Manifestantes usavam móveis para bloquear avenida; idosa morreu durante o temporal de ontem

Priscila Trindade, Central de Notícias

19 Janeiro 2011 | 14h28

SÃO PAULO - Cerca de 300 moradores do bairro Jardim Zaíra, em Mauá, na Grande São Paulo, protestam desde as 11 horas desta quarta-feira, 19, por causa dos estragos causados pela chuva na cidade.

 

Com o temporal de ontem, uma mulher de 65 anos morreu afogada na Avenida Cláudio Savieto, no mesmo bairro, após a casa onde estava ser invadida pela água da chuva. Ela chegou a salvar dois netos, mas não conseguiu sair da casa e morreu.

 

A Polícia Militar informou que os manifestantes usavam móveis estragados pela chuva para bloquear a Avenida Presidente Castelo Branco. Os moradores querem que a prefeitura limpe as vias que estão sujas de lama e entulho.

Mais conteúdo sobre:
chuvasMauá

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.