Evelson de Freitas/Estadão
Evelson de Freitas/Estadão

Moradores da zona sul bloqueiam Giovanni Gronchi em protesto

Eles reclamam do 'abandono e descaso' das autoridades em relação aos danos causados pelas chuvas da semana passada na região

O Estado de S. Paulo

23 Março 2015 | 19h17

Atualizado às 19h40

SÃO PAULO - Os moradores do Jardim Colombo, na zona sul de São Paulo, fizeram um protesto nesta segunda-feira, 23, para reclamar do "abandono e descaso" das autoridades em relação aos danos causados pelas chuvas da semana passada na região.

Às 18 horas, os manifestantes bloquearam com barricadas a Avenida Giovanni Gronchi nos dois sentidos, na altura da Rua Clementine Brenne. Os bombeiros foram chamados para apagar o fogo colocado em colchões, pneus e pedaços de maneira e a via foi liberada cerca de uma hora depois.

A Polícia Militar acompanhou e informou que cerca de 60 pessoas participaram da ação. Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem-teto (MTST) e do grupo Periferia Ativa engrossaram o ato.

Os moradores dizem que o temporal que atingiu a cidade na quinta e na sexta-feira causou o desabamento de casas e a perda de móveis e carros. Eles também reclamam que o Córrego Colombo alaga há 15 anos e nenhuma obra foi feita para evitar os transbordamentos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.