Moradores bloqueiam rodovia de São Paulo em protesto contra obra

Manifestantes alegam que obras de duplicação de trecho em Itapeva deixaram moradores sem acesso a bairros que margeiam a estrada

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

02 Dezembro 2014 | 18h46

SOROCABA - Descontentes com os transtornos causados pelas obras de duplicação de um trecho da rodovia Francisco Alves Negrão (SP-258), moradores de Itapeva, no sudoeste paulista, bloquearam a passagem de veículos nos dois sentidos da estrada nesta terça-feira, 2. A rodovia liga a região ao Estado do Paraná. 

Os manifestantes alegam que as obras deixaram moradores sem acesso aos bairros urbanos que margeiam a rodovia. Eles entregaram panfletos aos motoristas explicando as razões do bloqueio. 

O protesto durou cerca de 50 minutos, formando uma fila de veículos nos dois sentidos. A Polícia Rodoviária Estadual negociou a liberação da estrada. A concessionária informou que o projeto de duplicação foi aprovado pela Agência de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp) e pela prefeitura de Itapeva. 

As obras, realizadas entre o km 282,7 e o km 284,7, visam a melhorar a fluidez do tráfego e reduzir o número de acidentes, além de intensificar o escoamento da produção regional. A Artesp informou que a duplicação vai adequar o trecho urbano da rodovia às normas de segurança tanto de motoristas e passageiros, quanto dos moradores locais, atendendo ainda a um aumento no volume de tráfego na estrada.

Mais conteúdo sobre:
São Paulo Itapeva

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.