Morador de rua está em estado grave após incêndio, diz HC

Incêndio na Alameda Glete teria sido provocado pela própria vítima, que estaria consumindo crack

Fabiana Marchezi, do estadao.com.br,

08 de setembro de 2008 | 11h27

É grave o estado de saúde do morador de rua que teve 20% do corpo queimado na noite deste domingo, 7, após um incidente na Alameda Glete, no bairro de Santa Cecília, no centro de São Paulo. Veja também: Morador de rua tem corpo queimado no centro de São Paulo De acordo com a assessoria de imprensa do Hospital das Clínicas, o rapaz, que aparenta ter 18 anos e que ainda não foi identificado, foi encaminhado à Unidade de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) com queimaduras na face, no braço e no tórax.  Segundo o Corpo de Bombeiros, que enviou oito equipes ao local do incidente, a vítima seria usuária de crack e teria provocado o incêndio enquanto consumia a droga.

Tudo o que sabemos sobre:
incêndiomorador de rua

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.