Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Morador de rua é esfaqueado e queimado após briga no centro

Autor do crime foi preso em flagrante por policiais militares; os dois eram usuários de crack, afirma a Secretaria de Segurança Pública

Felipe Resk, O Estado de S. Paulo

12 de outubro de 2014 | 14h57

SÃO PAULO - Um morador de rua esfaqueou e queimou outro após uma briga na Rua Paganini, na região do Pari, no centro da capital paulista. O autor do crime, José Carlos da Silva Bispo, de 32 anos, foi preso em flagrante por policiais militares. O caso aconteceu por volta das 19h30 deste sábado, 11.

De acordo com a Polícia Militar, quando a viatura chegou ao local, encontrou uma carroça em chamas. Ao lado dela, estava Silva Bispo. Questionado sobre o que teria acontecido, o homem afirmou, inicialmente, que havia brigado com outro morador de rua. Esse morador, então, teria se deitado na carroça e ateado fogo contra o próprio corpo.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), os policiais desconfiaram da versão e voltaram a questionar Silva Bispo, que teria confessado o crime. Aos policiais, teria dito que conhecia a vítima, Luis Carlos Schultz, de 48 anos, há muito tempo e que os dois brigavam constantemente. Também afirmou que ambos eram usuários de crack.

No sábado, os dois voltaram a se desentender. Segundo o relato de Silva Bispo, ele teria sido ameaçado com uma faca por Schultz, mas conseguiu desarmá-lo e, com ela, atacou o colega. Depois, colocou o corpo na carroça e tocou fogo. No local, os agentes encontraram o cabo de uma faca, que estava sem a lâmina. O morador de rua foi encaminhado ao 12º Distrito Policial (Pari).

Tudo o que sabemos sobre:
CrimeMorador de RuaPari

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.