FOTO DANIEL TEIXEIRA/ESTADAO
FOTO DANIEL TEIXEIRA/ESTADAO

Frio é causa provável de ao menos três mortes em São Paulo

Após semana mais fria do ano na capital, moradores de rua foram encontrados mortos pela polícia em Itaquera, Pari e Barra Funda

Redação, O Estado de S.Paulo

06 de julho de 2019 | 11h42

SÃO PAULO – As baixas temperaturas que atingem a capital paulista desde a madrugada de sexta-feira, 5, podem ter causado a morte de ao menos três pessoas na cidade. Desde que a frente fria chegou a São Paulo, a polícia já encontrou mortos no centro, na zona oeste e na zona leste, com suspeita de hipotermia.

O caso mais recente é de um morador de rua na região de Itaquera, na zona leste, encontrado na madrugada deste sábado, 5. O 63º Distrito Policial (Vila Jacuí), onde o caso foi registrado, ainda está apurando mais informações, mas afirma que o frio é a causa aparente da morte. O homem foi encontrado deitado na rua, coberto apenas por um cobertor, próximo à estação Dom Bosco da CPTM.

A cidade de São Paulo registrou a temperatura mais baixa do ano nesta madrugada. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a estação automática mediu 7,4ºC.

Pari

Na tarde de sexta, 5, o corpo de um homem foi encontrado no bairro do Pari, no centro da capital. Ele não tinha documentos e ainda não foi identificado. O corpo não apresentava sinais de violência. Segundo testemunhas ouvidas pela polícia, ele não costumava dormir na região.

O corpo foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) para um exame que deve confirmar a causa da morte, e o local foi isolado para a perícia. O caso foi registrado no 12º DP (Pari) como morte suspeita.

Barra Funda

Na manhã de sexta-feira, 5, outro morador de rua foi encontrado morto no Terminal da Barra Funda, na zona oeste de São Paulo. Também há suspeita de que as baixas temperaturas tenham causado a morte.

Ajuda pode ser acionada por meio do 156

A população também pode ajudar as pessoas em situação de rua solicitando uma abordagem social por meio da CPAS, que funciona 24 horas por dia e pode ser acionada pela Central 156.

A solicitação pode ser anônima, mas é importante ter as seguintes informações para facilitar a identificação:

  • O endereço da via em que a pessoa em situação de rua está (o número pode ser aproximado);
  • Citar pontos de referência;
  • Características físicas e detalhes de como a pessoa a ser abordada está vestida.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.