Mooca Plaza diz que entregará documentação

O Shopping Mooca Plaza informou ontem, por meio de nota, que vai entregar os documentos solicitados pela Prefeitura no prazo de 30 dias para obter a regularização do empreendimento. Pelo quarto dia consecutivo, o centro comercial não explicou, no entanto, como está em funcionamento há sete meses sem autorização municipal.

O Estado de S.Paulo

23 de junho de 2012 | 03h02

Entre as licenças pendentes estão o Habite-se (certificado que atesta a conclusão da obra de acordo com a legislação vigente) e o alvará de funcionamento, além do Termo de Permissão de Aceitação Parcial (Trap), relacionado à realização de obras de contrapartida para reduzir o impacto no trânsito local.

A ampliação do Viaduto Pacheco Chaves, sentido Ipiranga, considerada a principal delas, nem começou. Segundo o shopping, o projeto está pronto, mas a ordem para início da obra ainda não foi expedida.

Já os requisitos de segurança e de acessibilidade exigidos pelos bombeiros e pelo Departamento de Controle do Uso de Imóveis (Contru) já foram providenciados, segundo o shopping.

Sobre a terceirização do estacionamento à empresa de Hussain Aref Saab, ex-diretor do Aprov investigado pelo Ministério Público por ter adquirido 125 imóveis desde 2005, o centro comercial disse que ela ocorreu dentro da lei, com a abertura de concorrência. A empresa de Aref foi a vencedora. /ADRIANA FERRAZ

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.