Molho com preservativo rende indenização no RS

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul condenou a Unilever a pagar R$ 10 mil por danos morais a uma consumidora que encontrou, em 2007, preservativo em lata do extrato de tomate Elefante. Julgamento de recurso da empresa, ontem, confirmou sentença de 1.º grau, proferida dia 29 de junho. A Unilever não se pronunciou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.