Missão de assessores é achar ''notícias do bem''

Para enterrar a "agenda negativa" das enchentes, os assessores do prefeito Gilberto Kassab passaram as últimas semanas telefonando para as secretarias. Eles buscavam algo para ser transformado em vitrine momentânea e dar continuidade ao "momento de virada" iniciado com as obras de recapeamento.

Diego Zanchetta, O Estado de S.Paulo

07 de maio de 2010 | 00h00

A solução foi resgatar ações já anunciadas por outros prefeitos, mas que têm com apoio da sociedade. A reurbanização de bairros ao longo da linha férrea e a demolição do Minhocão foram "notícias do bem" construídas entre os assessores de Kassab e o secretário Bucalem. Na avaliação da cúpula kassabista, o perfil de "bom gerente" do prefeito começará a ser resgatado na classe média com o alarde de que o Minhocão poderá ser derrubado. Exemplo: algumas entidades que estavam às turras com o prefeito pela revisão do Plano Diretor já manifestaram apoio.

LÁ TEM...

Seul, Coreia do Sul

O elevado sobre o Rio Cheonggyecheon, em Seul, na Coreia do Sul, era o principal acesso ao centro da cidade. Além de demoli-lo, a prefeitura construiu um parque linear nas margens do rio e despoluiu as águas. A obra começou em 2003 e durou três anos.

Boston, Estados Unidos

Na capital do Estado de Massachusetts, a prefeitura construiu um complexo de túneis de cerca de cinco quilômetros para substituir as vias elevadas do centro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.