Missa e bazar são abertos ao público todos os dias

Embora as monjas vivam reclusas na Abadia de Santa Maria, no Tremembé, é possível visitar o prédio para assistir a missas e comprar produtos à venda em um bazar. Todos os dias, há cerimônias celebradas com canto gregoriano por padres beneditinos. Elas ocorrem de segunda a sábado, às 7h15, e aos domingos, às 9h.

O Estado de S.Paulo

01 de agosto de 2012 | 03h04

O bazar fica aberto das 9h às 17h e vende licores de 11 sabores, como chocolate e jabuticaba, além de pinturas e colagens com santos católicos. Os interessados ainda podem fazer encomendas.

A Santa Maria foi o primeiro mosteiro da Ordem de São Bento a abrigar mulheres nas Américas. Sua criação está diretamente ligada a uma visita feita por Ana Abiah da Silva Prado à Abadia de Stanbrook, no norte da Inglaterra, em 1907 - este mosteiro foi criado pelos beneditinos em 1625. Após quatro anos de estudos, Ana Abiah retornou ao Brasil e, com um grupo de seis monjas - três inglesas e três brasileiras - e apoio do Mosteiro de São Bento, fundou a abadia. / T.D.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.