Ministra reafirma: vale-cultura não é para TV a cabo

A ministra Marta Suplicy insistiu ontem que não aceitará o uso do vale-cultura para pagamento de TV por assinatura e que "não há a menor chance" de esse benefício se estender para jogos eletrônicos. "Sou uma pessoa aberta a questionamentos, mas não sou ping-pong", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.