Ministério Público vai investigar locais sem licença em SP

A Promotoria de Justiça do Patrimônio Público e Social da capital instaurou ontem nove inquéritos civis para investigar boates que funcionam sem alvará.

O Estado de S.Paulo

31 Janeiro 2013 | 02h00

Segundo o promotor de Justiça Silvio Marques, o objetivo é verificar responsabilidades de agentes públicos envolvidos na fiscalização das casas noturnas que, segundo a Prefeitura, funcionam sem licença. A Promotoria quer saber se há cobrança de propina por parte dos fiscais ou omissão dos responsáveis, o que poderia configurar improbidade administrativa. / A.F.

Mais conteúdo sobre:
Santa MariaKiss

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.