Ministério Público pede inquérito sobre piada

O Ministério Público de São Paulo pediu abertura de inquérito policial contra o humorista Rafinha Bastos, da TV Bandeirantes, por suposta apologia ao crime. A promotora Valéria Diez Scarance Fernandes, coordenadora do Núcleo de Combate à Violência Doméstica e Familiar da capital, enviou ontem ofício à polícia. Durante uma apresentação, Bastos teria dito que toda mulher que reclama de estupro "é feia". "Deveria dar graças a Deus. Isso pra você não foi um crime, e sim uma oportunidade."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.