Ministério Público pede apreensão do passaporte de acusado de estupro no BBB

O Ministério Público requereu ontem a apreensão do passaporte do modelo Daniel Echaniz, participante expulso segunda-feira do Big Brother Brasil sob investigação policial de "estupro de vulnerável". Até as 19h de ontem, a Justiça não havia determinado a apreensão.

O Estado de S.Paulo

20 de janeiro de 2012 | 03h06

O advogado Wilson Matias, que o representa, disse que há convites para que o modelo vá à Itália e à África do Sul, mas negou que ele tenha a intenção de viajar agora. Quer, antes, "resgatar sua imagem". Daniel afirmou à polícia que não fez sexo com a colega de programa Monique Amin. Matias disse que Daniel está em um apart-hotel mantido pela Globo e só recebe a visita de um familiar por vez, além dos defensores.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.