Ministério Público Estadual vai apurar se houve fraude na escolha dos jurados de SP

A Promotoria de Justiça do Patrimônio Público e Social da Capital vai apurar possível fraude no processo de escolha dos jurados do carnaval deste ano. O promotor de Justiça Carlos Cardoso de Oliveira Junior instaurou inquérito civil na última sexta-feira, após representação noticiando irregularidades no processo de seleção promovido pela Liga das Escolas de Samba de São Paulo.

O Estado de S.Paulo

20 Março 2012 | 03h05

O grupo terá de apresentar uma série de documentos ao Ministério Público Estadual, incluindo o edital com as regras que disciplinaram o concurso.

Em 21 de fevereiro, durante a apuração das notas das escolas, votos foram rasgados e jogados para o alto, dando início a um tumulto generalizado. O motivo seria a troca de dois jurados na véspera da festa, contestada por parte das escolas. A Liga afirmou ontem que não foi notificada da investigação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.