Ministério Público denuncia quatro por integrar PCC

Moradores da Cohab II, as pessoas são acusadas de cadastrar membros para a organização criminosa

Central de Notícias,

14 de outubro de 2009 | 17h07

O Ministério Público de São Paulo anunciou nesta quarta-feira, 14, a denúncia contra quatro pessoas acusadas de cadastrar membros da organização criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC).

 

Carlos Eduardo Farias Magiezi, o "Du" ou "Pablo", Dircileine Lourenço, a "Dirce", Agatha Luizy de Farias Cruz e Fernanda Santos da Silva, são moradores no Conjunto José Bonifácio (Cohab II), em Itaquera, na zona leste da capital.

 

De acordo com o MP, o cadastro dos integrantes da facção possibilita o controle dos líderes e garante arrecadação para a organização criminosa. Os valores arrecadados por membros e familiares do grupo financiam as ações da facção. Todos foram denunciados por formação de quadrilha.

Tudo o que sabemos sobre:
PCCMPcrime organizadoSão Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.