Ministério Público denuncia motorista bêbado que atropelou skatista em Guarulhos

Adolescente foi atingido pelo carro em alta velocidade de Tiago da Silva, que também não tem carteira

Bárbara Ferreira Santos - O Estado de S. Paulo,

08 de abril de 2013 | 13h10

O Ministério Público denunciou à Justiça o motorista Tiago Silva, de 26 anos, suspeito de ter atropelado o skatista Gabriel Luiz da Silva Pinto, de 15 anos, em Guarulhos, na Grande São Paulo.

 

Na madrugada do dia 24 de março, o adolescente andava de skate na esquina das ruas Corypheu de Azevedo Marques e Noel Rosa, no bairro do Jardim Paraventi, quando foi atingido por uma Saveiro e morreu no local. O condutor, o comerciante Tiago da Silva, estava dirigindo em alta velocidade, havia ingerido bebida alcoólica e não possuía carteira de habilitação.

 

No boletim de ocorrência feito no dia do acidente, registrado no 1.º Distrito Policial de Guarulhos, policiais afirmaram que o condutor apresentava "sinais visíveis de embriaguez, como olhos vermelhos, fala desconexa e presença de hálito etílico".

 

De acordo com a denúncia do promotor de Justiça Rodrigo Merli Antunes, o motorista assumiu o risco de provocar a morte do skatista, além de ter tentado fugir do local do crime e ter retirado a placa de identificação do veículo. O promotor afirma ainda que o motorista demonstrou "indiferença e desapego à vida e à incolumidade alheia, tanto que verbalizou não estar nem aí para o resultado produzido, já que a vítima não era seu familiar".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.