Ministério Público de SP pede suspensão de venda de ingressos em sedes de torcidas de futebol

Venda seria proibida até o término da apuração dos conflitos entre torcedores do Corinthians e Palmeiras

30 Março 2012 | 12h47

São Paulo, 30 - O Ministério Público de São Paulo (MP) solicitou nesta quinta-feira, 29, a suspensão de venda de ingressos para jogos de futebol nas sedes das torcidas organizadas em todo o Estado.

Por meio da Promotoria de Justiça do Consumidor, o MP expediu recomendação à Federação Paulista de Futebol e aos clubes participantes do Campeonato Paulista da Série A-1 para que suspendam a oferta e a venda desses ingressos até o término da apuração dos recentes conflitos entre torcedores do Corinthians e do Palmeiras.

O promotor de Justiça Roberto Senise Lisboa destaca que além do confronto entre as duas torcidas no último domingo, 25, na avenida Inajar de Souza, na zona norte, que resultaram em duas mortes, houve incidentes com a torcida Gaviões da Fiel no estádio do Pacaembu.

Antes e durante o jogo entre Palmeiras e Corinthians, de acordo com o MP, foram apreendidos barras de ferro e martelos na sede da Torcida Organizada Gaviões da Fiel, além de R$ 150 mil em dinheiro, de origem ainda não comprovada.

Mais conteúdo sobre:
ingressos de jogo torcidas organizadas SP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.