Ministério Público colhe novos documentos no Masp

MPE esteve no Masp para buscar os últimos documentos sobre situação financeira do museu

Jotabê Medeiros, de O Estado de S. Paulo,

23 de janeiro de 2008 | 20h24

O Ministério Público Estadual (MPE) esteve na tarde desta quarta-feira, 23, no Museu de Arte de São Paulo (Masp) para buscar os últimos documentos necessários para o levantamento da situação financeira do museu. O levantamento foi iniciado no dia 2, quando peritos do MPE estiveram no museu, mas a promotora responsável pelo caso, Mariza Schiavo Tucunduva, considerou a documentação insuficiente e pediu os balancetes. O Masp pediu um prazo para entregar o material, que será analisado a partir dessa semana. Caso se comprove problemas de gestão financeira e dívida incompatível com a receita da instituição, a perícia servirá de base para uma eventual segunda ação civil pública contra o museu. No dia 16, o MPE já tinha ajuizado no Tribunal de Justiça uma ação pedindo a interdição temporária do museu por questões de segurança, baseado em laudos do Contru e do Corpo de Bombeiros. A ação foi acolhida, mas apenas parcialmente - o juiz não aceitou o pedido de urgência na interdição e da transferência imediata de obras para a Pinacoteca do Estado.

Tudo o que sabemos sobre:
Masp

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.