Ministério da Justiça faz blitz em empresas aéreas

Objetivo é apurar eventuais irregularidades no atendimento aos consumidores

Solange Spigliatti, do estadao.com.br,

26 de julho de 2007 | 12h00

O Ministério da Justiça organizou, na manhã desta quinta-feira, 26, uma força-tarefa para apurar irregularidades no atendimento aos consumidores por parte das empresas aéreas, como acomodações irregulares ou venda de passagens que gerem overbooking. As blitzes estão sendo feitas nos aeroportos de São Paulo e do Distrito Federal, com a participação dos técnicos da Secretaria de Direitos Econômicos e dos Procons das duas cidades, além do apoio da Polícia federal. Caso forem apuradas irregularidades, as empresas serão autuadas e as multas podem chegar a R$ 3 milhões.

Tudo o que sabemos sobre:
Ministério da Justiçacrise aérea

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.