''Minha meta é deixar as avenidas bonitas''

Novo responsável pela zeladoria de 37 vias, ele promete acabar com ''jogo de empurra'' quando [br]aparece um problema

Diego Zanchetta, O Estado de S.Paulo

30 de agosto de 2011 | 00h00

ENTREVISTA

Cassio Loschiavo, "gerente" municipal

Depois de passar por cinco subprefeituras em seis anos, o engenheiro civil Cassio Loschiavo, de 58 anos, assumiu ontem a função de "gerente" de 37 avenidas de São Paulo. Juntas, elas têm 154 quilômetros de extensão. O cargo foi criado pelo prefeito Gilberto Kassab (sem partido) com o objetivo de aumentar a limpeza dessas vias. "Vou ter mais de 400 funcionários das empresas de varrição que hoje trabalham para subprefeituras. Minha meta é deixar as avenidas bonitas", resume Loschiavo, que também será mais um novo filiado do PSD, partido que o prefeito tenta fundar.

Qual o objetivo da nova gerência para as avenidas?

Hoje muitas avenidas ficam nas divisas das subprefeituras e sempre fica aquele jogo de empurra sobre quem deve fazer o quê. Agora, quando tiver um problema na Marginal do Tietê, por exemplo, sou eu que vou falar. O mesmo vai valer para outras grandes avenidas. Qualquer problema de limpeza, corte de mato, pavimentação, vou ser sempre eu que vou falar. Acabou aquela dúvida sobre qual órgão da Prefeitura é o responsável por determinada avenida.

Além de falar sobre os problemas, o senhor já tem algum projeto para o novo órgão?

Vou ter os funcionários da varrição à minha disposição. Quando cair um caminhão de refrigerante, por exemplo, no meio de uma Marginal, não é a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) que vai precisar acionar a limpeza e remoção. Nós vamos acelerar a limpeza. Todo o serviço de zeladoria dessas avenidas sou eu que vou cuidar.

O cargo de gerente da Avenida Paulista não durou nem dois anos. Por que o senhor acha

que essa gerência vai agora dar certo?

A gerência da Paulista também deu certo. Foi na época da gerência que foi trocado todo o piso velho da Paulista. Não podemos dizer que o cargo não funcionou.

O senhor já passou por cinco subprefeituras desde 2005. Por que saiu da Subprefeitura da

Penha em junho?

Houve uma mudança que o prefeito fez para colocar os coronéis (nas subprefeituras). Foi por isso.

O senhor vai ser candidato a algum cargo nas eleições municipais de 2012?

Não. Eu era filiado ao DEM e agora estou ingressando no PSD, mas não sou candidato. Nos últimos anos, tive uma excelente experiência de gestão nas Subprefeituras do Jabaquara, Campo Limpo, M"Boi Mirim, Ipiranga e Penha. Eu quero levar essa experiência para a gestão das avenidas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.